Lauriete marcou Março da Mulher com campanhas

A deputada Lauriete usou o alcance das redes sociais para celebrar o Mês da Mulher com campanhas educativas e esclarecedoras para o segmento feminino. Foram três frentes: a primeira foi para comemorar o dia 8, a segunda sobre a Endometriose e a terceira sobre suas ações no parlamento e em Brasília em busca de recursos para a nobre causa.

No dia Internacional da Mulher, durante três dias consecutivos, deputada Lauriete postou sobre as lutas da mulher e o contexto social atual, deixando claro que homens e mulheres são iguais e se completam. Descreveu os horrores do feminicídio no Brasil alertando que quem ama não mata.

 

O objetivo do Mês da Mulher não é só comemorar, mas discutir o papel da mulher na sociedade moderna. “A luta pela igualdade já garantiu muitos avanços às mulheres que não se calam perante ao preconceito.

No período de 11 a 13 de março, deputada Lauriete usou as redes sociais para Campanha de Conscientização da Endometriose.  Ela esclareceu sobre o tratamento, cirurgias, sintomas, dores, os fatores de risco e as causas da doenças que atinge mulheres de todas idades.

 

Com total transparência das suas atividades parlamentares, a deputada também fez um balanço das ações voltadas para o segmento específico. Relatou a interação com o Ministério da Mulher, onde obteve recursos para a primeira Casa da Mulher Brasileira, em Cariacica, veículos para o atendimento as delegacias especializadas no atendimento à mulher e mais recuros para a Ronda Maria da Penha.

Deputada Lauriete também conseguiu recursos com emendas individuais para Maternidade São Camilo, compra de equipamentos para prevenção da saúde da mulher nos municípios da Grande Vitória, Laranja da Terra, no norte do Estado e também para o desenvolvimento de políticas públicas no combate à violência doméstica.

Juntamente com a Bancada Capixaba, Lauriete conseguiu mais recursos para implantação da Casa da Mulher também em Vila Velha e Vitória.  Uniu forças para equipar a Pró-Matre e o Hospital São João Batista, de Cariacica.

Na conclusão da campanha de cinco dias, deputada Lauriete citou os 10 projetos de lei que apresentou nesta legislatura para assegurar direitos e qualidade de vida para as mulheres. Desde o Projeto Nascer, que obriga o SUS a realizar três exames de ultrassonografia para gestantes, a disponibilização de mamografias noturnas, transportes de gestantes, distribuição de absorventes higiênicos até medidas duras contra agressores de mulheres que violam a medidas protetivas da Lei Maria da Penha.

Março termina, mas a conscientização da mulher brasileira e ações de valorização pela igualdade continuam o ano inteiro.

 

ACOMPANHE NOSSAS REDES

©2020 DEPUTADa FEDERAL Lauriete. Todos Os Direitos Reservados
Scroll Up